03.4 Tabela de Seleção de Campos – FST

A tabela de seleção de campos, define critérios para a extração de um ou mais elementos de um registro do arquivo-mestre. Estes elementos são utilizados na geração do arquivo invertido (índice), ordenação de registros na impressão de relatórios, ou para reformatar registros durante uma operação de importação ou exportação.

Antes de definir a FST, deve-se ter em mente três regras:

  1. quais campos do registro serão indexados;

  2. qual a técnica de indexação a ser utilizada para cada campo (por palavra, por linha…);

  3. quais palavras não deverão ser indexadas (arquivo de stopwords).

A definição correta da FST é muito importante porque é através do arquivo invertido que o Winisis recupera as informações na etapa de pesquisa.

Obs.: campos não incluídos na FST não são indexados e, consequentemente, não são recuperados na pesquisa por campos indexados (mais comum).

Winisis lança um tutorial para definição da tabela de seleção de campos:

Assistente de FST

Selecione a técnica de indexação (será a princípio a mesma para todos os campos) e marque quais campos serão indexados.

Clique em OK e a tela de definição das tabelas de campos será ativada:

Definição da FST

É nesta tela que cada campo poderá ser indexado com uma técnica própria. Cada linha da FST compreende três elementos:

  • Tag ou Nome – campo numérico que serve para identificar a linha da FST;
  • Técnica – técnica de indexação a ser aplicada ao conteúdo do campo; especifica como o dicionário vai extrair os dados dos registros:

0 – linha: indexa o campo todo, considerando o conteúdo como uma frase;

1 – subcampo: indexa cada subcampo separadamente;

2 – <termo>: indexa somente palavras entre sinais de maior e menor;

3 – /termo/: indexa somente palavras entre barras inclinadas;

4 – palavra: indexa o campo palavra por palavra;

5 – (prefixo) subc./linha: indexa cada subcampo separadamente, com um prefixo;

6 – (prefixo)<termo>: indexa somente palavras entre sinais de maior e menor, com um prefixo;

7 – (prefixo) /termo/: indexa somente palavras entre barras inclinadas, com prefixo;

8 – (prefixo) palavra: indexa o campo palavra por palavra, com um prefixo.

  • Formato – qualquer formato de extração de dados válido

Editando a tabela de seleção de campos

Para editar uma entrada já existente, dê duplo clique sobre a linha desejado na caixa Entradas. Defina a técnica e o formato de seleção e clique em Adicionar ou dê ENTER.

Para remover uma entrada, selecione-a e clique em Apagar.

Para acrescentar outros formatos de um mesmo campo, clique em Novo.

Exemplos:

Para indexar o campo título, tag 245, palavra por palavra, as entradas devem ser:

Tag/Name: 245 Título Técnica: 4 Formato: mhl,v245

Para indexar o campo autor, tag 100, na sua totalidade:

Tag/Name: 100 Autor Técnica: 0 Formato: mhl,v100

Para indexar apenas o subcampo a do campo autor:

Tag/Name: 100 Autor Técnica: 0 Formato: v100^a

Para indexar todas as ocorrências do campo autor secundário, tag 700, na sua totalidade:

Tag/Name: 700 Autor secundário Técnica: 0 Formato: v700^a|%|

Concluindo a definição da base de dados

Para concluir o processo de criação da base de dados, clique sobre o botão Terminate. Se você fez alterações na tabela de seleção de campos, precisará salvá-las quando o sistema assim o pedir através de uma mensagem. Winisis exibe outra mensagem confirmando a criação da base de dados. Clicando em SIM, Winisis cria a base e, se todo o processo foi realizado corretamente, um aviso de que a base foi criada com sucesso é emitido. A seguir, exibe uma caixa de seleção de arquivo para que você possa abri-la e dar início a inserção de dados.

Was this helpful?

0 / 0

Deixe uma resposta 0

Your email address will not be published. Required fields are marked *