9 – Introdução ao IsisScript

Um arquivo em IsisScripts pode ser escrito em qualquer editor de texto que salve arquivos como somente texto. Você pode utilizar também um editor de HTML ou outra linguagem de marcação, com a vantagem que muitos destes oferecem que de permitir a customização de tags.
IsisScript é uma aplicação da Extensible Markup Language (XML). Por exemplo, um heading nivel 2 em HTML seria especificado por:

<h2>Aqui está sendo exibido um texto</h2>

Em IsisScript, este texto poderá ser exibido usando-se:

<display><h2>Aqui está sendo exibido um texto</h2></diplay>

 

Note que em IsisScript as tags também ocorrem em pares, por exemplo: e indicando o local onde inicia e termina o elemento.
O IsisScript pode conjugar ainda formatos de exibição Isis informados dentro dos tags e . Como no exemplo a seguir:

<display><pft>'Autor: ',v10</pft></display>

Neste caso, ‘Autor: ’ é uma string, uma literal incondicional que será exibida seguida da informação do campo 10. Ou seja, tudo colocado entre as tags obedecem a sintaxe dos formatos de exibição de bases de dados CDS/Isis.

Analisando mais detalhadamente os elementos IsisScript
Uma página HTML é iniciada com a tage terminada com. IsisScripts iniciam com a tag e terminam com .
Todo Script tem uma estrutura que deve ser respeitada.

 

Dica
Lembre-se que, diferente do HTML, IsisScript é case sensitive. Então, é importante respeitar maiúsculas e minúsculas na definição de variáveis de um script.

Opcionalmente, pode-se colocar um nome na tag IsisScript, por exemplo:

<IsisScript name=OlaMundo> <section> ........ </section></IsisScript>

9.1 Display

Sempre que se deseja imprimir uma informação em tela, é utilizada a tag display.

Esta pode conter as tags PFT e HTMLPFT

Exemplos:

<display> Olá mundo! </display>

<display><pft>("Autor: "v70+|; |)</pft></display> 

<display> <htmlpft> <pft>cat('det.htm')</pft> </htmlpft> </display>

Was this helpful?

0 / 0

Deixe uma resposta 0

Your email address will not be published. Required fields are marked *