Utilitário MX

Introdução
MX é um programa de uso geral para bases de dados CDS/ISIS que realiza a maioria das funções da Interface CISIS. Da mesma forma que os outros programas utilitários CISIS, MX é executado a partir da linha de comandos do sistema operacional, indicando as operações a realizar através de parâmetros. MX pode ser utilizado, por exemplo, para recuperar e mostrar um conjunto de registros de uma base de dados, de acordo com uma expressão de busca e um formato de visualização, como na seguinte linha:

mx \cisis\bases\cds "plants * water" "pft=mfn,x1,v24/"

Da mesma forma, MX permite realizar buscas em texto livre, mesmo que não exista um arquivo invertido. MX também pode ler arquivos ISO-2709 ou arquivos ASCII planos, utilizando delimitadores como separadores de campos. Nestes casos os registros de entrada são convertidos para registros de arquivo mestre à medida que são lidos.

 

Os seguintes procedimentos podem ser aplicados aos registros de entrada:
5. Substituição global de padrões.
6. Junção de registros, por número de registro ou por chave de arquivo invertido.
7. Acrescentar campos com os dados gerados por uma Tabela de seleção de
campos.
8. Criação e exclusão de registros, especificado através de uma linguagem de
formatação.

 
Os registros processados pelo MX podem ser enviados para um arquivo mestre,
um arquivo ISO-2709 ou para a saída padrão (a qual pode ser redirecionada a um
arquivo ou impressora). As línhas produzidas por um formato podem ser enviadas
ao sistema operacional.

A execução do MX pode gerar uma chamada ao sistema operacional para que este execute determinado programa.

O resultado da aplicação de uma Tabela de Seleção de Campos (FST) a um arquivo mestre pode ser enviado a um arquivo de ligações (link files) ou acrescentado a um arquivo invertido. O arquivo de saída pode ser o mesmo que o de entrada. MX trabalha também em ambientes multiusuários.

Was this helpful?

0 / 1

Deixe uma resposta 0

Your email address will not be published. Required fields are marked *