Comparar Bases de dados com arquivos invertidos

jchk=<if>[+<stwfile>]=<upkey_fmt>}

O parâmetro jchk é usado para comparar registros (provenientes de um arquivo mestre, um ISO-2709 ou um arquivo ASCII) com os termos de um arquivo invertido.
Os seguintes argumentos podem ser passados ao parâmetro jchk:

Argumento Descrição
<if> Um arquivo invertido alternativo no qual serão buscadas as chaves extraídas
do registro que está sendo processado.
[+<stwfile>] Uma lista de palavras a descartar (stopword file), opcional. O uso desta
opção faz com as chaves sejam extraídas de acordo com a técnica de
indexação palavra por palavra (TI 4) e que cada chave gerada seja filtrada
pelo arquivo de stopwords.
<upkey_fmt>
@<file>
Formato com o qual se lê o registro de entrada para extrair chaves com as
quais serão buscados os termos no arquivo invertido. Pode ser um formato
explícito ou a referência a um arquivo externo.

O seguinte diagrama mostra como se realizam as chamadas ao jchk:

eukifizdick

Para os exemplos será usada a mesma base AUTOR que foi utilizada com o join. Exemplo:

mx CDS jchk=AUTOR=mhu,(v70/)

A execução do jchk é composta pelos seguintes passos:

EXPLICAÇÃO NO EXEMPLO
Pega um registro original da base de entrada. Um registro de cds
Executa o formato indicado como argumento do jchk
sobre o registro de origem e considera cada linha
produzida por este formato como uma chave de consulta.
O modo de formato MHU, ou MPU, é necessário, em
geral, para obter as chaves, devido ao arquivo ISISUC.TAB
padrão converter as minúsculas em maiúsculas para a
geração do arquivo invertido
Formato: mhu,(v70)/
Registro de origem: registro que
provem da base cds .
Para cada chave obtida no passo anterior, faz busca no
arquivo invertido alternativo.
Arquivo invertido alternativo: AUTOR
Agrega ao registro original de entrada um campo
(repetitivo) 32001 para o primeiro jchk, 32002 para o
segundo jchk, etc. O campo 32001 terá tantas ocorrências
quantas chaves distintas tenham sido produzidas no passo
2.
Ao registro que está sendo processado
são acrescentados os campos de
Controle.

 

Dica: O passo (3) não utiliza o arquivo IFP.
Se a chave estiver presente no arquivo invertido, jchk assume que é uma chave válida e no passo (4) anexará na saída, no campo 32001, um subcampo ^m com o valor 1, caso contrário o campo 32001 não terá um subcampo ^m.
Exemplo:
O exemplo produzirá a saída que é mostrada a seguir.

mx cds jchk=AUTOR=MHU,(v70/)
78Utilitários CISIS - Manual de Referência
Utilitário MX
mfn= 1
44 «Methodology of plant eco-physiology: proceedings of the Montpellier
Symposium»
50 «Incl. bibl.»
69 «Paper on: <plant physiology><plant transpiration><measurement and
instruments>»
24 «Techniques for the measurement of transpiration of individual plants»
26 «^aParis^bUnesco^c-1965»
30 «^ap. 211-224^billus.»
70 «Magalhaes, A.C.»
70 «Franco, C.M.»
32001 «AUTOR^l2^kMAGALHAES, A.C.^o1^m1»
32001 «AUTOR^l2^kFRANCO, C.M.^o2^m1»
..

Was this helpful?

0 / 0

Deixe uma resposta 0

Your email address will not be published. Required fields are marked *