05 TIPO DE LITERATURA

Formato Lilacs

1. DESCRIÇÃO DO CAMPO DE DADOS:
Tamanho variável
Preenchimento controlado

2. DEFINIÇÃO DO ELEMENTO DE DADO:
Código que identifica o Tipo de Literatura do documento, conforme categorias sugeridas pelo UNISIST:
(S) Série: Documento impresso ou não, publicado indefinidamente, geralmente em intervalos fixos ou irregulares, em partes sucessivas, cada uma delas contendo indicações numéricas ou cronológicas, e que pretendem continuar indefinidamente. Para propósitos práticos e de funcionalidade, as séries são divididas em dois grupos:
a) As séries periódicas, que incluem revistas, periódicos, anuários, separatas, jornais.
b) As séries monográficas, que incluem as monografias pertencentes a uma série.
Deve-se notar que esta definição se refere a séries numeradas, mas exclui as coleções. A coleção consiste de um número pré-determinado e finito de volumes, com títulos próprios, diferente do título da coleção, que podem ser publicados simultaneamente ou separadamente por um período de tempo. A coleção se distingue da série monográfica que também consiste de números com títulos próprios e um título institucional que os reúne, mas não tem um número definido de volumes, isto é, pretende continuar indefinidamente. Se a publicação possui simultaneamente um número de ISSN e outro de ISBN, então o ISSN corresponde à série, e o ISBN a esse documento em particular. Assim, se possui ISSN é uma serie, e não é coleção. Uma coleção pode ter ISBN, porém não pode ter ISSN.
(M) Monografia:
Documento que constitui uma unidade em si mesmo, ou se propõe completar-se em um número finito de partes separadas (monografias multivolumes), com editora responsável pela sua publicação, capas (não necessariamente duras) e página de rosto com os dados essenciais para sua identificação (autor, título, editora, lugar e data de publicação). Não se deve confundir uma monografia multivolume com uma coleção. Excetuam-se desta categoria os trabalhos acadêmicos.
(T) Tese, Dissertação:
Documento de pesquisa, apresentado a uma Universidade ou Centro de Estudos, com o propósito e como requisito para obtenção de um grau acadêmico ou título profissional de pós-graduação. Excetuam-se desta definição as monografias ou trabalhos acadêmicos de final de curso de graduação.
(N) Não Convencional:
Documento que aparece fora dos canais convencionais de publicação. Não se publica formalmente, isto é, não tem uma editora responsável, normalmente é publicado para um número reduzido de pessoas, não está padronizado e por suas características de apresentação, não pode ser considerado entre as categorias definidas anteriormente.
Categorias complementares:
(P) Projeto:
É uma categoria complementar do Tipo de Literatura. É utilizada para identificar o documento referente a um projeto, ou o projeto propriamente dito.
(C) Conferência: É uma categoria complementar de Tipo de Literatura. É utilizada para identificar o documento, ou o conjunto de documentos apresentados em uma conferência. O termo genérico conferência designa eventos tais como congressos, conferências propriamente ditas, seminários, cursos, encontros, etc.

3. NOTAS:
a) A seleção dos elementos de dados necessários para a descrição bibliográfica de um documento
depende da correta atribuição do tipo ou tipos de literatura do documento.
b) Código ou combinação de códigos previstos para a categorização do Tipo de Literatura:

código descrição
S Documento publicado em uma série periódica
SC Documento de conferência em uma série periódica
SCP Documento de projeto e conferência em uma série periódica
SP Documento de projeto em uma série periódica
M Documento publicado em uma Monografia
MC Documento de conferência em uma monografia
MCP Documento de projeto e conferência em uma monografia
MP Documento de projeto em uma monografia
MS Documento publicado em uma série monográfica
MSC Documento de conferência em uma série monográfica
MSP Documento de projeto em uma série monográfica
T Tese, Dissertação (publicado ou não)
TS Tese, Dissertação pertencente a uma série monográfica
N Documento não convencional
NC Documento de conferência em forma não convencional
NP Documento de projeto em forma não convencional

c) As categorias C e P só podem ser usadas combinadas com algumas das outras categorias previstas pelo sistema.

4. EXEMPLOS:
a) M
b) MSP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *